De volta a partir de agora

e por tempo indeterminado. O que isso quer dizer? Quer dizer que o trabalho que eu vinha exercendo ao longo dos últimos oito meses acabou (infelizmente) e desde o dia 1º de julho estou em casa.
Eu não sei se com o meu sumiço desde abril vocês se perguntaram o que aconteceu, mas vou contar um pouquinho. No final do ano passado, eu me formei na Ufes pra assumir um cargo como artista generalista 2D júnior em um estúdio de jogos aqui do Espírito Santo.

Lá, atuei como ilustradora, criando personagens, elementos de cenário e pequenas animações pra um projeto educativo do Rio de Janeiro, que se chama Clubinho Salva Vidas, além disso, pude me envolver em outros projetos paralelos da empresa que foram super legais. Esse foi, sem sombra de dúvida, um período fantástico na minha vida, de muito crescimento, aprendizado, boas amizades e paixão pelo trabalho. Por isso o “infelizmente” comentado entre parênteses ali em cima, ao dizer que acabou.

Agora que estou disponível em casa, minha atenção se volta novamente aos meus estudos (e olha, tem é coisa pra estudar) e aos trabalhos freelancer, e isso significa voltar a movimentar o Caixola, que é, antes mesmo de Rodentia nascer, o meu principal projeto pessoal. Escrever aqui sobre minhas experiências e desenvolvimento, compartilhar essa conversa com vocês, leitores e amigos, é o diário que registra o meu crescimento. Nesses últimos meses de trabalho eu sinto que consegui crescer muito, mas perdi a oportunidade de registrar.

Então convido vocês para virem comigo recuperar esse contato perdido, enchendo a Caixola de coisas bacanas e novas, aproveitando o tempo que temos disponível até que surja uma nova oportunidade de trabalho! Vambora? 😀

Abraços a todos e até o próximo post!

Anúncios